FAE - Força Aérea do Equador está comemorando seu aniversário

FAE – Força Aérea Equatoriana

o 27 de outubro, dia FAE – Força AéÁrea equatoriana Lesteá aniversário e são comemorados 98 umaños de Creación da Aviaçãoón Militares Equatorianos e Día da Força AéÁrea do Equador, defender os interesses do país.

já passaram 99 umañdesde que a FAE – Força Aérea início equatorianoó sua operaçãoón com o objetivo de proteger os interesses equatorianos do ar. Com uma únão, senhoritaóinicial n para defender a soberaniaído Equador, a FAE foi fundada uma 27 Outubro 1920 com a criaçãoón da primeira escola de aviaçãoón militares em Quito e Guayaquil, graças ao recém-eleito Presidente Dr.. Seé Luis Tamayo. Como parte das Forças Armadas do Equador, esta institución teve altos e baixos durante sua história, mas ele sempre deixou o nome do país muito altoís, sendo uma das poucas forças aémal dos reisón que desenvolveu combateséprisioneiros, em ambos os casos com Perú (1981 y 1995). Na atualidade, em uma atmosfera de paz com o paíseus vizinhos, Força Aérea tem a missãoón para conectar, comunicar e ajudar o país com voos humanitários, evacuações fédicas, transporte de carga para áreas remotas e muitas outras assistências sociais.

História da Força AéÁrea equatoriana

A Força Aérea em seu início em 1920, estava subordinado ao EjéRitual equatoriano, liderado naquela época por pilotos e conselheiros italianos graças ao apoio e acordos do épouco entre os dois países, mas por falta de recursos épequeno, as instalações e equipamentos eram precários, portanto, para o conflito armado de 1941 com porú, os aviões, puramente para treinamento e sem armas, Eles não tiveram nenhum papel no conflito, então depois dessa invasãoón, as autoridades tiveram um interesse realéestá na aviaçãoómilitar.



FAE Curtiss Wrght CW-19A
Curtiss Wrght CW-19A, ao menos 6 teve a FAE. Eles reconheceraméprisioneiros na guerra 1941. Fonte Historiador Guido Chávez.
República FAE P-47D
República P-47D cartilha avión caça FAE, Eles tinham 26 deles. Fonte Historiador Guido Chávez.

Durante a Segunda Guerra Mundial e graças ao apoio dos Estados Unidos, que eu construíó baseia uméáreas em Garotaápagos e equador (salinas) para a defesa do Canal do Panamáá, Força Aérea se consolidaó, equiparáutilizando equipamentos modernos da época  e para 1943 eu a reconheció como um ramo independente das Forças Armadas. Dentro 1947 receba o primeiro 12 F-47D Thunderbolt, formaándose así o primeiro timeónº de combate.

Avião de caça FAE Mirage Kfir Jaguar
Aviões de combate FAE Mirage Kfir e Jaguar

Combate aéprisioneiro em Cenepa

Cada 10 Fevereiro é comemorado o aniversário da Vitória AéCenepa e área Dípara AviaçãoóNº de Combate, graças à exigente formação e notável profissionalismo dos pilotos da FAE que conseguiram operar em qualquer lugar do Equador; e obter uma supremacia notóriaíum uméÁrea durante o conflito armado com o Peruú para a Guerra do Cenepa, entre ele 26 de janeiro e o 28 fevereiro 1995.

Por medio de la utilización velocidade, distância e poder de dissuasão, Força AéÁrea equatoriana alcançadaó marcos importantes em sua história ao realizar as primeiras demolições da históriaíum de Sur Américo durante combates aéreos ou “briga de cães” entre dos o máaviões de combate.

Sendo o 12:45pm o salão 4 interceptadores equatorianos (2 Mirage F.1JAs e 2 IAI Kfir C.2s) dos esquadrões 2112 “Miragem” y 2113 “K-para” depois de ter detectado 5 aeronave e receberam a ordem de “Passeio” las 12:30p, de díuma 10 fevereiro 1995. Um IAI Kfir C.2 abate um peruano A-37B, e dois Su-22 peruanos são abatidos pelo Mirage F.1,49​ enquanto outro A-37B peruano consegue escapar de um IAI Kfir C.2 após uma grande manobra voando próximo ao áárvores.

Marcos da Força AéÁrea equatoriana

Informaçãoóem colaboraçãoón com www.fuerzaaereaecuatoriana.mil.ec.

Nascimento da Força AéÁrea equatoriana

27 OUTUBRO 1920
O governo do dr.. Seé Luis Tamayo, faz o primeiro decreto sobre atividade aeronáuticaáutica e a primeira escola de aviação militarón, cedendoí no nascimento da Força AéÁrea equatoriana.

ÀS 6

21 DE JANEIRO DE 1943
Eles chegam no paíé a moderna aeronave de origem norte-americana AT-6, marcando uma nova era de desenvolvimento no campo aeronáuticoáútil.

FR-9

FEVEREIRO DE 1955
Equador entra na era do jato com a aquisiçãoó# do Gloster Meteor FR.9, semanas máÉ tarde para chegarípara o avôón para impulsionarón Camberra Mk 6.

DOMAR

4 DE DEZEMBRO A 1962
As operações da empresa começamñíum umérea de transportes DOMAR – Transportes AéPrisioneiros militares equatorianos.

A-37

1975
Eles chegam no país 12 Aeronave Cessna A-37 para a Base Aémal de Taura, para dar lugar à inovaçãoón e vanguarda de um fédefesa rrea aérea.

Primeira equipeón supersóNico

14 DE JANEIRO DE 1977
O primeiro esquadrão é formadoósuper combate móJaguar Único, chegar mais tardeíOs caças Mirage F-1 e K-Fir C-2.

DIAF

15 JUNHO 1992
A Diretoria é criadaóNº da Indústria Aeronáticas da Força Aérea, DIAF

conflito do Cenepa

10 FEVEREIRO 1995
Tem efeitoúao feito heróico e à vitória do primeiro combateéreo em latimérico durante o conflito do Cenepa.

E formaturaónúmero de cadetes femininas

2 abril 2000
Entre na primeira promoçãoón de mulheres para a Escola Superior de Aviação Militarón Cosme Rennella B., como Oficiais Especialistas.

E formaturaón de mulheres especialistas

27 DE JANEIRO AÑO 2008
A primeira promoção faz sua entradaón de mulheres soldados em diversas especialidades, para a Escola Infantilíum Aérea

Primeiro voo em gravidade zero

6 PODERIA 2008
A Força AéA área equatoriana cumpriuó o primeiro vôo em gravidade zero realizado no Equador e na Américaérica Latina a bordo do avión Sabreliner chamado Força G1 “Cóndor”, convertido com um gravímedidor que foi feito com os recursos humanos da FAE e o conhecimento do nosso astronauta equatoriano.

E formaturaón Alumnas Tétécnicas

AGOSTO 2009
A Escola Técone de Força AéÁrea recebe a primeira promoçãoón de Alumnas Tétécnicas.

Súpara Tucano

JANEIRO 2010
Os aviões Super Tucano chegam à Ala de Combate nº. 23 em cobertor, criando o novo Esquadrãoón 2313, descomissionamento do lendário MK-89.

guepardo

JUNHO 2011
Eles chegam ao nosso paiíÉ a aeronave Cheetah da África do Sul para o Fighter Wing No.. 21 para fortalecer efetivamente sua capacidade operacional.

Eu mulher Brigadeiro Major

OUTUBRO 2011
Na FAE cont.ó com a primeira mulher Brigadeiro-Mor das Forças Armadas. Neste parañou os primeiros cadetes pilotos militares formados (quem entrou em 2007): Alferes Jhoanna Santacruz (Brigue. prefeito), marçoíum seé Adeusánão, junto com três oficiais do sexo feminino técínico: marçoíuma flor (Pessoal), Sandra Chamorro (Manutenção) e Ana Carvajal (suprimentos). Además, grupo de mulheres da tropa, entre elas: a primeira mulher mecânicaásó em líLinha de voo de aeronaves Súpara Tucano, Privada Diana Quaspaz; a primeira mulherúsica de uma banda militar nas Forças Armadas. do Equador, soldado Silvana Sandoval (COAD), e uma bombeira aeronáuticaáútil, Alexandra Acosta (ala 21).

Diamante DA-20C1

AÑO 2012
A Força AéÁrea faz a aquisiçãoón de aviões de treinamento básico com seu respectivo suporte de logíestética e treinamentoón, do modelo Diamond DA-20 C1, da empresa canadense Diamond Aircraft.

Casa C-295M

AGOSTO 2014
A Força Aéárea recebidaó a primeira de três aeronaves Casa C-295M. Na Base AéEloy Alfaro área de Manta foi realizadaó esta cerimônia militar de substituição dos equipamentos de voo da Esquadraón Não. 1112, entre as aeronaves CASA C-295M e AVRO HS-748, Isso é úEste último foi desativado das operaçõeséáreas, fazendo uma lembrança das principais missões cumpridas pela aeronaveón Avro que serviuó para o Equador por más de quatro décadas e incluso llegó para se identificar como aviópresidencial m.

Terremoto 2016

2016
Uma vez declarado o Estado de Exceçãoón como resultado do terremoto 7.8 graus elevou o 16 abril do 2016 em nosso paiís; Força AéÁrea equatoriana cumprindo a missãoóconstitucional ativo mó os respectivos procedimentos para atuar neste tipo de emergência.

Pelo que, na madrugada de domingo 17 de abril, boca e disposiçãoóem sua aeronave de transporte, comoí como o envioíou do contingente humano rumo às províncias de Manabí e Esmeraldas para prestar apoio nas evacuações e resgate de feridos e falecidos, cujos militares da FAE tambémén feitoó patrulhas 24 horas para dar segurança às populações afetadas, com o objetivo de evitar possíveis invasões de propriedade privada. Missões cumpridas que permitiram a transferência de militares, médicos, socorristas, parâmetroédicos, cidadãoígeral e carga; como: alimentos, alimentos, medicamentos e equipamentosémédico e remoçãoón.

Você éí que surge a aviaçãoóequatoriano substantivo, masculino—, escrito pela força do heróiísanto e valenteíuma, forjando uma nova raça de héovas chamadas para defender sua soberaniaídos céus e carrega o nome do Equador com estilo.

Histórico da frotaóForça Rica Aéra equatoriano

Na lista a seguir de aeronaves históricasórico da FAE, Somente os aviões do údurar 15 umaño aproximadamente da história. A lista podeíestar incompleto por falta de informaçãoón pública:

Treinamento básico

  • Beechcraft T-34 Mentor
  • Piper PA-34
  • Cessna A-150

Treinamento de combate e defesa

  • 28 Cessna A-37 Libélula – 3 foram transferidos para a Força AéÁrea uruguaia
  • BAC Strikemaster Mk 89/89A

Transporte

  • 1 Boeing 727-100 FAE-630.
  • 1 Boeing 727-200 FAE-620.
  • 5 Avro HS 748
  • C-130 Hérúculas B/H
  • Sabreliner 60
  • Cessna 206H
  • 1 Sabreliner 40A FAE-043

Resgatar

  • Sino 212
  • Sino 412
  • Hal Dhruv
  • AéRospatiale Alouette III

Combate

  • 6 Miragem 50
  • 12 IAI Kfir.CE
  • 2 IAI Kfir T.C2 (Treinamento)
  • 18 Miragem F1
  • 15 Jaguares SEPECAT  2 jaguar-b, 10 Jaguar-S intl., 3 Jaguar-GR.1

transporte presidencial

  • 1 Avro HS 748

Forçar uma notíciaéÁrea equatoriana

A FAE constitui-se atualmente como uma entidade nacional de assistência social. A Força AéA área equatoriana foi essencial durante o terremoto de abril 2016, realizando centenas de voos humanitários e de transporte de pessoal, ativando todas as aeronaves da ala sem transporte. 11 disponível. Igualmente, em uma base regular, Força Aérea realiza voos cargueiros para Galápagamentos ou evacuações mélocalizados em vários locais remotos do paísís, sempre com a missãoón atender todos os equatorianos com programas como Alas para la Alegríuma, asas para saúde, Asas para Integraçãoón, Asas para Esportes e Asas para Educaçãoón.

FAE Cheeta C
Esquadrão de caças FAE Cheetac sobrevoando Quito

Embora sua funçãoón atual é fornecer ajuda social, a FAE não deixou para trásácom as massasón ser uma Força sempre pronta, moderno e preparado para defender os interesses do paísís, assim ele sempre se mantém atualizado e ativa sua frota de aeronaves de combate.

Missãoón da Força AéÁrea equatoriana

Desenvolver o poder militaréreo, ara para consecución dos objetivos institucionais que garantem a defesa, contribuir para a segurança e o desenvolvimento da naçãoón.

Todosón da Força AéÁrea equatoriana

“Seja uma forçaéárea dissuasora, respeitado e aceito pela sociedade; pioneira no desenvolvimento aeroespacial nacional.”

FAE Embraer Super Tucano
Esquadrão FAE Super Tucano

Frota atual da Força AéÁrea equatoriana

A FAE mantém uma frota diversificada projetada para cumprir várias missões em território equatoriano. Desde os úúltimo paraños, Força AéA Área tem feito grandes esforços para modernizar gradativamente sua frota, Como foi a mudança do Avro para a Casa 295M e a incorporaçãoón do Beechcrafr King Air para transporte leve.

Frota FAE 2019

A lista podeíestar incompleto por falta de informaçãoón pública:

Treinamento básico

  • 10 Diamante DA-20C1

Treinamento de combate e defesa

  • 16 Embraer EMB314Super Tucano FAE1012, FAE1011, FAE1010, FAE1014

Transporte

  • 1 Boeing 737-200 FAE-630
  • 2 DHC-6 Twin Otter FAE-452 FAE-452
  • 1 Hércules L-100 FAE-893
  • 1 Beechcraft King Air B300/350 FAE-1141
  • 3 Casa 295M FAE-1030, FAE-1031, FAE-1032

Resgatar

  • 4 AgustaWestland AW119 Fechar
  • 2 Sino TH57-A FAE-408, FAE-410
  • 1 MD Helicópteros MD 500 FAE-

Combate

  • 11 Atlas Cheetah C/D

transporte presidencial

  • 1 Embraer 135-BJ Legacy FAE-051
  • 1 Dassault Falcon 7X FAE-052

Vigilância e UAV

  • 1 Gulfstream II G-1159
  • 3 UAV-2 Falcão
  • 1 UAV-2 Gavilán

Futuro da Força AéÁrea equatoriana

O principal desafio da FAE é completar a modernizaçãoón de todo o seu equipamento de voo que éáNPRóVamos cumprir a vida dele úferramenta de serviço. Aviões como o Sabreliner, lontra gêmea, Hércules e Boeing 737 obrigaçãoán ser substituído no prónós vamos paraños, já que sua vida operacional está próxima de líácaro, mas a opçãoón de manutenção geral para esses aviões, espagueteén é uma opçãoón para prolongar sua vida úpara, definitivamente, uma opçãoón-máé correcto para o orçamento geral do Estado.

A FAE incorporouó de 4 héliceópteros AgustaWestland AW119 Fechar para missões búbusca e resgate focados na Amazônia equatoriana e na fronteira norte com a Colômbia.

O projeto principal para uma Força Aérea sempre sejaá a renovaçãoón de sua frota de combate, ponto onde a FAE e o Governo devemán analisar alternativas que se adaptem, principalmente no orçamento, para a realidade do paísís. O atual Cheetah C tem umún / Dñoperacionalidade dada a sua baixa utilização, então seu substituto seráíem estúdios e aviões usados, por exemplo, aviões russos ou franceseséses, seríum substituto atraente. Foi possível saber que várias aeronaves já foram estudadas, masún se devo ter uma escolhaón definida, onde mesmo no 2009, Os F-16 eram uma opçãoón.

Qualquer que seja a substituição de aeronaves de transporte ou de combate, em tempos de paz, A FAE não precisa apressar uma renovaçãoón, mas fazer todo o possível para manter sua operação em benefício social do Equador.

Desfile Aéprisioneiro de aniversário 99 Força AéÁrea equatoriana

Os detalhes de como foi o desfileéprisioneiro antes do centenário, Você pode vê-los e lê-los aquií:

Força AéZona equatoriana a um passo do centenário

Desfile Aéprisioneiro de aniversário 98 Força AéÁrea equatoriana

Algumas fotos do Desfile Aéculpado de 2018 você pode vê-los abaixoón:

Desfile Aéprisioneiro de aniversário 97 Força AéÁrea equatoriana

Comoí, A FAE aproxima-se do seu primeiro centenário, para que serípreparando uma grande festaón nacionalmente, o que incluiríuma, por exemplo, a participaçãoónúmero do esquadrãoón demostrativo F-16D Thunderbirds da Força Aérea dos Estados Unidos.

¡Parabéns à Força AéÁrea equatoriana!

Deixe um comentário nesta postagem!

8 comentarios en “FAE – Força Aérea Equatoriana”

  1. Mário Marcelo Maldonado Cruz.

    Parabéns por este Resumo da FAE. Infelizmente está incompleto pois conheço a FAE desde o ano 1944, Posso contribuir com as minhas experiências pois conheço desde o início os Comandantes da FAE, do Coronel Edmundo Carvajal, Coronel Bayardo Tobar e outros Uma sugestão positiva, No salão dos Comandantes das FAE, há retratos e datas, é conveniente continuar a fazer referência a esses, Infelizmente eles cedem a este fato histórico, É como se a história começasse com o Sr. General Izurieta e não é assim.

  2. Parabéns à Gloriosa Força Aérea Equatoriana FAE, AGUARDANDO TOTAL APOIO RENOVAÇÃO DAS FROTAS DE AERONAVES DE COMBATE MODERNAS MUDANÇA DA FROTA JÁ ANTIGA KFIR E CHETTA PARA O PRÓXIMO 100º ANIVERSÁRIO ESTE ANO 2020

  3. Vamos aguardar as negociações entre os governos francês e equatoriano, ajude-nos com créditos de pelo menos uma frota de 12 aeronave rafale f-4, que utiliza a mesma plataforma das aeronaves Jaguar equatorianas e para renovação da frota KFIR e CHETTA para a FAE no Equador para Defesa Aérea moderna como no Cenepa,ou também os suecos Gripen E são projetados para destruir os temíveis caças russos Sukhoi usados ​​pelos vizinhos, Seria interessante solicitar uma porcentagem anual do 15 % de royalties de exploração de minas de ouro, plata, cobre e outros existentes no Equador, para a renovação das frotas aéreas da FAE, decisão seria obrigatória para defesa do Equador.

Role para começar