companhias aéreas na colômbia o que acontece porque fecha vão à falência param de voar param de operar voos viva air ultra air

E as companhias aéreas na Colômbia?

Hoje analisamos o queé Isto é o que acontece com Aerols.ífilhas de Colômbia que no período de um año, há três que cessaram suas operações.

GCA – Grande Colômbia por Aviación Foi o primeiro no primeiro trimestre de 2022, seja issoó Viva Air em fevereiro deste parañou e finalmente Ultra Air tornou-seó no úúltimo aríLinha colombiana entrará em colapso e suspenderá suas operações.

Mas, ¿queé Lesteá passando com os aerossóisífilhas de Colômbia? É uma ótima pergunta que tem sido feita nas redes sociais e múVárias opiniões foram geradas sobre os motivos que levaram a esses fechamentos.. De fatores políticosítiques à instabilidade gerada por algum aríEstas estão entre as razões queáisso é repetido, ¿queé isso realmente acontece?

¿Porqueé as companhias aéreas fechamíNeas na Colômbia?

Embora não exista uma única resposta correta, Hoje vou compartilhar minha opinião com vocêsón pessoal com base na experiência anterior cobrindo o setoréárea mundial por 16 umaños. Isso é o que eu acho que éá indo:

  1. Competência: A indústria aéárea é altamente competitiva, e os aerossóisíAs empresas que não conseguem competir com preços baixos e uma oferta de serviços atrativa correm o risco de perder clientes e, possivelmente, tem que fechar.
  2. Altos custos operacionais: Os aerossóisílinhas têm altos custos operacionais, que incluem combustível, Manutenção de aeronave, salários dos funcionários, impostos e taxas aeroportuárias. Se esses custos excederem a receita gerada pela companhia aéreaínão, pode ir à falência.
  3. Falta de demanda: Se um aerossolínea não consegue atrair passageiros suficientes para lotar seus aviões, macioá dificuldades em gerar receitas e cobrir custos operacionais.
  4. Problemas financeiros: Os aerossóisías empresas podem enfrentar dificuldades financeiras devido a fatores externos, como uma recessãoón economiaónão é uma pandemia, ou devido à má gestãoón financeiro interno, como o acúmuloón dívida ou investimento excessivoón em projetos caros, mas não lucrativos.
  5. Aumento do preço do combustível: Os aerossóisíAs linhas de baixo custo dependem frequentemente de combustíveisósiles como petróleo para operar seus voos. Quando os preços do petróleoóaumento de leão, custos operacionais da companhia aéreaínão muito velhoéaumento. Se você borrifá-losías empresas não conseguem aumentar as suas taxas o suficiente para cobrir o aumento dos custos, pode experimentar péperdas financeiras.
  6. Problemas macroeconômicosómicos: Os aerossóisínão muito velhoén pode ser afetado por problemas econômicosómicos a nivel nacional o global. Por exemplo, durante uma recessãoón economiaómica, os viajantes podem reduzir suas despesas de viagem e lazer, o que reduz a procura de voos de baixo custo. Os aerossóisínão muito velhoén pode ser afetado por questões como mudanças nas taxas de câmbio e aumento de impostos.
  7. Problemas operacionais: Os aerossóisíAs companhias aéreas de baixo custo normalmente operam com uma frota limitada de aeronaves e pessoal., tornando-os vulneráveis ​​a problemas operacionais, como atrasos e cancelamentos de voos. Se os problemas operacionais se tornarem frequentes, pode afetar negativamente a reputaçãoón do aerolínea e sua capacidade de atrair e reter clientes.
  8. Em geral, a indústria paraéa área é altamente volátil e o aerossolíé um pecadoán exposto a muitos riscos, tanto interno quanto externo. Aqueles que não conseguem se adaptarádevido às mudanças no mercado ou que não têm capacidade de gerar receitas suficientes para cobrir os seus custos, correm o risco de falência e de deixar de voar.

ALTA é pronunciado

A Associaçãoón Transporte da América Latina e Caribe Aéreo – ALTA expressoó sua preocupaçãoón sobre o que acontece em Colômbia, onde se destacam os seguintes desafiosívocê pelos aerossóisílinhas nacionais, coincidindo em grande parte com o que foi mencionado nos pontos anteriores:

  • Aumento dos custos de combustível, que representa o 50% de custos operacionais.
  • Custos do sol nascenteéestática devido à inflaçãoón de 13,28% para fevereiro 2023.
  • Forte desvalorizaçãoón que impacta aproximadamente o 65% dos custos operacionais da companhia aéreaínega.
  • Diferentes taxas e contribuições atualizadas com a inflaçãoón, Como é a taxa aeroportuária (pagamento feito pelos passageiros ao aeroporto pela utilização dos terminais do passageiro eméáreas que são coletadas pelas companhias aéreasínega), Imposto de selo, serviços de navegaçãoón / Dérea, entre outros.
  • aumento de quase 4 vezes imposto sobre vendas (IVA), que está localizado em 19% do valor do bilhete após uma reduçãoón temporário durante a pandemia que o reduziuó ai 5%.

¿O queé Você acha que? Além disso, compartilho outro texto onde amplioío esta información:

¿Porqueé uma companhia aérea vai à falênciaínão?

Deixe um comentário

seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

6 pensamentos "E as companhias aéreas na Colômbia?”

  1. Boa tarde

    Muita oferta para demanda

    Acho que isso vai acontecer no Equador, Novas companhias aéreas surgiram recentemente para uma procura que, na minha opinião, não cresceu em sintonia com o aparecimento de novas companhias aéreas.

    JIMMY

  2. Bom Dia:

    Parece-me que há muita oferta para a procura, Acredito que o mesmo acontecerá no Equador, já que ultimamente estão surgindo mais companhias aéreas.

    JIMMY

    1. eu não concordo, A demanda é muito alta na Colômbia e isso se percebe na ocupação das companhias aéreas. O que está acontecendo é o que é discutido neste post, mais do que tudo, situações internas, além de fatores e custos macroeconômicos.

Role para cima