Boeing 737 MAX no Equador, América Latina e o mundo

El Boeing 737 MAX no Equador, América Latina e o mundo

Nesta edição especial falaremos sobre o Boeing 737 MÁX. no Equador, Latino-americanoérica e o mundo, que depois do acidente da Ethiopian Airlines, éá ficando no chão.

É de conhecimento púo que aconteceu no fim de semana passado, Onde 2 acidentes terríveiséprisioneiros, um na Colômbia e outro na Etiópiaíuma, aconteceu e deixou a aviação de lutoómundo não, mas sem dúvidas, o segundo teve um valor maior e meioáressonância ética.

O acidente da Ethiopian Airlines minutos depois de decolar de Adis Abeba, base aérea principalínão, os alarmes dos usuários dispararam, autoridades e aríLinhas operacionais da Boeing 737 MAX específisicamente do modelo 8. ¿Porqueé? É o segundo acidente deste modelo preciso em menos de 6 meses e aparentemente, situações a seremíainda muito parecido.

Por este motivo, desde domingo 10 de março, autoridades e aríNeas começaram a aterrar aviões Boeing 737 MÁX. e aquií vamos atualizar cócomo a operação se desenvolve minuto a minutoón desta aeronave, onde eles estão 68 aerolílinhas que o operam e más de 350 aeronaves voando no mundo e más de 5.000 aeronaves em encomendas feitas.

Equador

Vamos começar com o paíbase do blog NLARENAS.com, aquí Estão atualmente úapenas dois aerossóisínega que operam o Boeing 737 MÁX. 8, quais são:

linhas Aéreas americanas

o aríA nea possui em sua frota um total de 24 aviões Boeing 737 MÁX. 8, com quem voa diariamente para Quito em seu 2 frequências diárias. É uma operaçãoóno inícioó a 3 Abril como segundo destino internacional desta aeronave Aerolínão. Adicionalmente, o aríquase dezíplanejou iniciar operações com esta aeronave tambémén / D Guayaquil desde maio.

O meuércoles 13, linhas Aéreas americanas, após ordem da FAA, deixou toda a sua frota no solo 24 aviões Boeing 737 MÁX. 8.

Com isto, os vôos para Quito sofremán modificações, então você podeíAdoramos ver desde cancelamentos até enviosíou outros equipamentos como Boeing 767 o Boeing 737-800NG.

GOL

Brasilñem que começoó voos para Quito recebidoséno 27 de dezembro a 2018 e ele fez isso com seu máaeronaves novas e modernas, o Boeing 737 MÁX. 8. o arínea opera em Quito emías martes, Quintas e domingos com esses aviões.

Deve-se notar, que o aerossolínea já suspendeu temporariamente a operaçãoón do MAX 8 em sua frota e indicadoó que todas as suas operações internacionais, incluindo Quito, seguirán operando, mas sejaán feito com modelos Boeing 737-800NG, então a operaçãoótudo Marechal Sucre poderiaíter modificações em seu itinerário com uma parada técnica en Manaos, Brasil.

Latino-americanoérica

Na nossa regiãoón som 4 os aerossóisílinhas que atualmente operam o modelo Boeing 737 MAX e suas versões.

GOL

Como já mencionamos acima, A GOL paralisou sua frota de 7 aeronaves Boeing 737 MÁX. 8.

Aeromoéxico

O ar principalíA empresa mexicana indicou que a saídaá em terra tambémén temporariamente, sua frota de 6 Aeromodelo Boeing 737 MÁX. 8, embora no início ele tenha indicadoó isso vai manteríàs suas operações e confiança nesta aeronave.

Aerolípróximas argentinas

Ao momento, o arínea ha indicado que dejará em suas terras 5 aeronaves Boeing 737 MÁX. 8, até que sejam resolvidos ou haja mácom informaçõesón sobre o que aconteceu, igualmente, Esta medida vem acompanhada de forte pressãoón pelos sindicatos piloto.

Copa Airlines

para o arínea panamáñÉ importante indicar que a mesma conta úsomente em sua frota com aviões modelo Boeing 737 MÁX. 9, aeronave que não esteve envolvida nos acidentes, mas mesmo assim, paiípessoas no mundo foram forçadas a permanecer de castigo.

Depois da instruçãoón da FAA e em coordenaçãoón com a autoridade panamenhañuma, A Copa imobilizou sua frota de 6 aviões Boeing 737 MÁX. 9 temporariamente até novo aviso.

Mundo

No resto do planeta, a situaçãoóA operação do MAX foiún-máé largo e tem pelo menos 150 aeronaves que já estão no solo e 27 aerolíneas afectadas.

O PAíque proibiram temporariamente a operaçãoón do Boeing 737 MAX em suas versões 7, 8 y 9 em seus territórios são:

  • China
  • Cingapura
  • Etiópiaíuma
  • Austrália
  • Reino Unido
  • Irlanda
  • Itália
  • Polônia
  • Alemanha
  • Malásia
  • Coreia do Sul
  • Índia
  • Emirados Árabes Unidos
  • Canadá
  • Estados Unidos

eu decidión-máÉ importante para o presente da Boeing 737 MAX deu para a EASA – Agência Europeia de Segurança Aéárea, proibindo qualquer voo operado por esta aeronave dentro de sua jurisdição.ón.

Al dípara o próximo e como úúltima entidade aeronáuticaáutica na pronúncia, A FAA juntamente com a Boeing indicaram e deram a ordem víe machucarín que se suspende toda operaçãoón aeronaves Boeing em todo o mundo 737 MAX em todos os seus modelos. Embora não haja data ou hora em que a aeronave seráán em terra, É claro o grande impactoón aquela propostaánas operações de todas as companhias aéreasíneas que operan esta aeronave, sobre tudo, os maiores como American Airlines.

Com as proibições desses países, mápróprio aerossolícompanhias aéreas que deixaram seus aviões voluntária e preventivamente, a lista do aerolílinhas que pararam de operar por enquanto a Boeing 737 filho máximo:

  • Sul da China
  • Air China
  • SpiceJet
  • Hainan Companhias Aéreas
  • Companhias Aéreas de Xangai
  • Companhias Aéreas de Xiamen
  • Lion Air
  • Jato Linhas Aéreas
  • Companhias Aéreas de Shandong
  • Companhias Aéreas de Shenzhen
  • SilkAir
  • Companhias Aéreas da Etiópia
  • Leste da China
  • Ar da Sorte
  • Cayman Airways
  • Eastar Jato
  • Fiji Airways
  • Companhias Aéreas de Fuzhou
  • 9 Ar
  • Companhias Aéreas de Kunming
  • Ok Airways
  • norueguês
  • Garuda Indonésia
  • Comair
  • Icelandair
  • TUI
  • companhias aéreas turcas
  • MUITO
  • Royal Air Marrocos
  • Flydubs
  • Oman Air
  • Sunwing
  • Spicejet
  • SCAT
  • S7 Airlines
  • Air Canada
  • Westjet
  • linhas Aéreas americanas
  • companhias aéreas Unidos
  • Sudoeste

Seguiremos ampliando permanentemente.

Deixe um comentário nesta postagem!

4 comentarios en “El Boeing 737 MAX no Equador, América Latina e o mundo”

Role para começar