A liquidação da TAME EP e a situação da aviação no Equador

Tame aviación Ecuador

Nicholas Larenas

Correspondente aeronáutico com mais de 12 anos de experiência no setor de aviação para mídia internacional. Mestrado em Gestão e Administração Aeroportuária e Aeronáutica - Técnico Multimedia.

Você pode gostar...

8 Respostas

  1. Luís diz:

    A politização de uma empresa pública é causa de desastres (no Equador) econômico, Estragaram com a entrada excessiva de pessoal.

  2. Hernán Garzón diz:

    Gostaria que os nomes dos administradores responsáveis ​​pelo desastre do TAME fossem mencionados nos comentários, bem até o 2012 data em que dispararam mais que nós 200 funcionários, a empresa ainda era sustentável, mas mesmo assim nessas datas ninguém disse nada, Tchau e nada mais. Nos comentários a situação é generalizada, fatos que todos conhecemos e os verdadeiros culpados não são identificados por nome e sobrenome, aqueles que estão no topo da empresa, gerentes e outros que aproveitaram seu tempo,

    • rua paulo diz:

      Tame EP foi criado em maio 2011 e começa a voar para o exterior dois anos depois, em junho de 2013, que coincidiu com a mudança para o novo aeroporto de Quito em fevereiro do mesmo ano. Desde aquele ano, o destino da Tame EP ficou comprometido ao entrar no mercado internacional sem fazer parte de uma aliança aérea., sem conexão HUB adequado às necessidades do mercado, o que a levou a ter uma rentabilidade muito baixa face ao investimento realizado em todas as rotas., o que, somado aos gastos com aluguel de aeronaves e seus respectivos custos de operação e manutenção, a deixou completamente debilitada financeiramente para poder cumprir com suas obrigações atuais e de curto prazo., levando-o para liquidação. Acho desnecessário indicar nomes, já que os prejuízos ocorreram desde o início da Tame EP devido às más decisões tomadas por sua diretoria formada por pessoas que obedeciam a um projeto político que não se adequava em nada à forma como uma empresa de transporte aéreo deveria ser administrada..

  3. Carlos A.. diz:

    Assim como ocorreu sua falência com outras companhias aéreas equatorianas como a Ecuatoriana, SAN, SAETA ou outros, mesmo que sejam circunstâncias semelhantes ou semelhantes às da TAME, Haverá outras companhias aéreas que farão as rotas ou se expandirão como a LATAM, Avianca, Aerorregional o AAndes. Tenho certeza que vai se recuperar no mercado nacional, Pessoalmente, gostaria que a TAME fosse refundada e salvasse a marca. ??

    • rua paulo diz:

      Como você deve saber, Avianca e LATAM declararam falência, juntando-se ao capítulo 11 da legislação americana, que lhes permite suspender temporariamente os seus pagamentos de crédito e a sua reestruturação. Esta situação os levou a deixar de atender algumas rotas, além de suspender suas encomendas de aeronaves e com isso a demissão de pessoal, como é o caso da LATAM, que encerrou as operações na Argentina por tempo indeterminado com perdas de mais de 280 milhões de dólares nos últimos dois anos. Esperemos que a sua operação no Equador continue., caso contrário a oferta de voos seria extremamente afetada.

  4. Mario mogollón diz:

    Concordo plenamente, meu caro Pablito, um pouco de todo excesso de pessoal, má administração e interferências políticas levaram à atual situação de domesticação.

  5. rua paulo diz:

    Caro Nicolau, Vale destacar também o excessivo endividamento no arrendamento de aeronaves para atender à abertura de rotas internacionais e a falta de estudos de retorno do investimento nessas rotas.. Consequentemente, os valores de retorno nas rotas foram inferiores ao dinheiro investido, que, juntamente com a pandemia COVID-19, levou a uma situação insustentável por parte do Governo, decretando sua liquidação.

  6. rua paulo diz:

    Existem dois aspectos no colapso do Tame EP. A primeira reside na falta de planejamento e controle das suas finanças., a abertura de rotas internacionais e domésticas desnecessárias e os seus elevados custos administrativos devido ao excesso de pessoal e, o segundo por interferência política na empresa, que o deixou à mercê da concorrência, muito mais bem preparada e eficiente para assumir o mercado Nacional no qual a Tame EP vinha perdendo destaque e participação há quase uma década quando mudou a Visão e Missão para a qual foi criada..

Deixe uma resposta

seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *